Franciscus Marinus Caspar Marie Eyck <i>(Frans)</i>
text, no JavaScript Log in  Deze pagina in het NederlandsDiese Seite auf DeutschThis page in English - ssssCette page en FrançaisEsta página em Portuguêspara cima volte
Franciscus Marinus Caspar Marie Eyck está listado/listada no memorial da Resistência, na
parede da direita, linha 18 #04


Limburg 1940-1945,
Menu principal

  1. Pessoas
  2. Eventos/ Históricos
  3. Grupos de resistência
  4. Cidades e Vilas
  5. Campos de concentração
  6. Valkenburg 1940-1945

Todas as pessoas caídas da resistência no Limburgo.

previousbacknext
 

Franciscus Marinus Caspar Marie Eyck (Frans)


 25-06-1922 Heerlen      23-09-1944 Roermond (22)
- Sittard -

    Frans Eyck era um atacadista. [1]
    A SiPo-Maastricht teve uma existência mais ou menos nômade desde o início de setembro de 1944. Durante sua estada em Maasniel, meio de setembro, Nitsch, Conrad e Fiebig mataram, perto da fronteira alemã, três jovens habitantes de Sittard, F.J.A. Clemens, M.H.F.Schadron e F.M.C.M. Eijck. Os três tinham ido ao centro de sua cidade natal em 18 de setembro para celebrar a libertação. Naquele momento, Sittard ainda não tinha sido completamente purgado dos alemães. [2]
    No site tracesofwar.nl, a sequência de eventos é descrita da seguinte forma:
    À noite, eles foram presos por um grupo de 30 soldados alemães que ainda estavam presentes. Eles tinham ouvido falar que um soldado havia sido baleado por civis. Os alemães prenderam um total de 20 pessoas, que foram entregues a várias autoridades. Clemens e companhia tiveram a infelicidade de acabar nas mãos da Sipo. Eles foram baleados pelos oficiais da SD Nitsch, Conrad e Fiebig. Cammaert supõe que isso aconteceu em 20 de setembro de 1944 ou por volta dessa data. No dia seguinte, dois policiais alemães informaram que havia dois mortos e um homem gravemente ferido perto da fronteira. Este último foi posteriormente baleado por Nitsch ou Schut. A Oorlogsgravenstichting (Fundação Neerlandesa de Túmulos de Guerra) informa que a data da morte foi 23 de setembro de 1944. [3]
    Não há nenhum túmulo conhecido para os três amigos. [4]

    Anotações

    1. Archief Oorlogsgravenstichting (@ Nationaal archief),
      Dossier Frans Eyck #2
    2. Dr. F. Cammaert, Het Verborgen Front – Geschiedenis van de georganiseerde illegaliteit in de provincie Limburg tijdens de Tweede Wereldoorlog. Doctorale scriptie 1994, Groningen
      6. De Landelijke Organisatie voor hulp aan onderduikers, p. 623
    3. tracesofwar.nl Frits Clemens
    4. Oorlogsgravenstichting.nl